Mostrar mensagens com a etiqueta Mensagem Privada. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Mensagem Privada. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Como ignorar/desprezar comentários anónimos maldosos:











Viram? É assim.

Não é a escrever longos textos sobre como não vos incomoda e como vocês nem querem saber do que pensam, nem como isso vos passa completamente ao lado, nem como nem vos afecta, nem como os comentários são provenientes de pessoas maldosas/coitadinhas/poucochinhas/que não devem ter amor em casa. Não. Desprezar é desprezar! 


Ps: Eu demorei para aprender mas consegui.


terça-feira, 24 de julho de 2018

Peço imensa desculpa por ainda não ter dado resposta ao vossos comentários.


Tenho dado uma vista de olhos a alguns blogs mas também não tenho deixado comentários, é que não tenho tido muito tempo livre e o pouco tempo que tenho tem sido passado a agendar posts. Tive de optar ou publico novos posts ou coloco todos os comentários em dia. Espero que os próximos dias me tragam mais tempo para vos escrever, fiquem bem.

quinta-feira, 19 de julho de 2018


Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.
Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar.
Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato. Tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras, sou irritável e firo facilmente. Também sou muito calma e perdôo logo.
Não esqueço nunca. Mas há poucas coisas de que eu me lembre. Tenho felicidade o bastante para ser doce, dificuldades para ser forte, tristeza para ser humana e esperança suficiente para ser feliz.
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre...
Sou uma filha da natureza: quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser...a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.

Clarice Lispector

domingo, 15 de julho de 2018

Vai buscar o melhor que há em ti.


Esses olhos, que falam com a expressão da alma .Vai buscar o melhor que há em ti.Tens uma essênciaTens uma luz.Mas tens de ter consciência e escolher ir buscar o melhor de tiDeverá ser uma escolha diária, hora a hora, minuto a minuto, instante a instanteA cada circunstância, a cada rejeição, julgamento ou culpa, escolhe o melhor de tiChora o que tens de chorar, mas escolhe-te a tiE vais ver que à conta de isto acontecer, a vida muda e as coisas começam a sorrir outra vez.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Say something,

I'm giving up on you.I'll be the one, if you want me to.Anywhere, I would've followed you.Say something, I'm giving up on you.And I am feeling so small. It was over my head. I know nothing at all. And I will stumble and fall. I'm still learning to love. Just starting to crawl.


Say something, I'm giving up on you.I'm sorry that I couldn't get to you.Anywhere, I would've followed you.Say something, I'm giving up on you.And I will swallow my pride.You're the one that I love.And I'm saying goodbye.Say something, I'm giving up on you.And I'm sorry that I couldn't get to you.And anywhere, I would have followed you.Oh-oh-oh-oh say something, I'm giving up on you.Say something, I'm giving up on you
Say something...

Sometimes someone says something really small and it just fits right into this empty place in your heart.


segunda-feira, 2 de julho de 2018

Fluxo de pensamento


No chuveiro: eu preciso escrever
No carro: eu preciso escrever
No trabalho:eu preciso escrever
No supermercado: eu preciso escrever
Quando chego a casa e sento-me no PC: vou só dar uma vista de olhos ao Twitter e Instagram.
Repete

Mensagem Privada


Às vezes é preciso aprender a perder, a ouvir e não responder, a falar sem nada dizer, a esconder o que mais queremos mostrar, a dar sem receber, sem cobrar, sem reclamar. Às vezes é preciso respirar fundo e esperar que o tempo nos indique o momento certo para falar e então alinhar as ideias, usar a cabeça e esquecer o coração, dizer tudo o que se tem para dizer, não ter medo de dizer não, não esquecer nenhuma ideia, nenhum pormenor, deixar tudo bem claro em cima.