terça-feira, 24 de abril de 2018

Vitamina C


Uniformizam o tom e aumentam a elasticidade da pele
Hidratam e suavizam as rugas
Agem combatendo os radicais livres
Possuem propriedades antioxidantes, clareadoras e auxiliam na síntese do colágeno
Cosméticos à Base de Vitamina C
Com todos esses benefícios para a pele, muitas indústrias cosméticas aderiram a produtos feitos à base de vitamina C. É possível encontrar a vitamina C isolada ou associada a um ácido hialurônico, hidratantes, retinol, ou anti-idades.

A vitamina C possui propriedades antioxidantes, ou seja, é capaz de eliminar os radicais livres reduzindo os sinais de envelhecimento.

A vitamina C ajuda no funcionamento da pele (incluindo o crescimento, manutenção e reparo), protegendo-a contra os estragos da oxidação causada pelos radicais livres, feridas e ajuda na síntese de colágeno.

Em estudos realizados, verificou-se que a vitamina C tem efeito foto-protetor contra raios UVA e UVB. Desta forma, a vitamina C tópica é um excelente antioxidante da pele.

A vitamina C é um dos melhores ingredientes para combater manchas escuras: ela não somente clareia a pele, mas também inibe a produção da tirosinase, a enzima que cria a pigmentação.

A vitamina C não só é essencial para a construção do colágeno e da elastina, mas de fato dá o pontapé inicial na produção dessas proteínas, o que a torna um potente anti-idade.

A eficácia dos derivados da vitamina C na proteção e promoção na síntese de colágeno, clareamento da pele e inibição da síntese de melanina, podem também ser notados por alguns estudos publicados.

Para quem tem a pele sensível, os especialistas recomendam que se experimentem produtos com a forma solúvel da vitamina C, para um teste inicial.

A indústria da beleza já desconfiava há muito tempo que esta vitamina é importante para a saúde da pele — tanto pela alimentação, como em forma de cosmético. Os nutrientes ajudam a formar o colágeno e a elastina, que são essenciais para manter a pele firme e jovem.

Ela previne e retarda o envelhecimento, é um super antioxidante, clareia, ilumina, dá viço, revitaliza, protege, estimula a regeneração celular e atua na síntese do colágeno, que é responsável pela elasticidade, firmeza e sustentação da pele.


A vitamina C é hidrossolúvel e não é sintetizada dentro do nosso organismo: necessitamos de suplementos advindos dos alimentos ou dos complexos vitamínicos.

Suplementação de antioxidantes por via oral, entre eles a vitamina C na forma de cápsulas, é considerada potente sequestradora de radicais livres. O método da suplementação é bastante utilizado pelas pessoas que não conseguem manter uma alimentação balanceada, necessitando desta maneira suplementar os nutrientes que estão em carência em seu organismo.

Quando há carência de vitamina C em alguma função do organismo, ele a retira da pele, tornando-a vulnerável. O stress físico ou emocional aumenta ainda mais essa demanda por vitamina C, que é sempre retirada primeiro da pele.

Tire proveito dessas qualidades acrescentando alimentos ricos em vitamina C e usando cosméticos que a contenham. Para a suplementação a dose ideal é 500mg por dia.

A vitamina C pode ser usada para todos os tipos de pele, desde que se escolha corretamente a textura. Em peles oleosas, geralmente, é melhor se optar pela substância na forma de sérum. Já homens e mulheres de peles mais secas, sensíveis, devem fazer uso de texturas mais cremosas.

Antes de adquirir um produto que contenha vitamina C como princípio ativo, é preciso conferir a fórmula ou consultar a empresa fabricante para checar sua concentração. Em geral, no uso tópico, os produtos têm diferentes concentrações, que podem ir de 6% a 20%. Para fazer um bom efeito o ideal é que seja de no mínimo 10%.

1 comentário: