quinta-feira, 1 de abril de 2021

Mudar

Eu normalmente não gosto muito de mudanças mas de vez em quando é preciso. Volto a andar com aquela sensação de me sentir sufocada, de estar parada e de me sentir presa.  Sinto como se estivesse numa gaiola. Preciso de partir a corrente e dar um abanão na minha vida.
Preciso de ganhar um novo fôlego.
As vezes apetece-me dar um grito bem alto para libertar.

2 comentários:

Graça Pires disse...

Apetece gritar, grite. Mas tenha esperança, toda a esperança que é legítimo ter.
Uma semana com muita saúde.
Um beijo.

Marta Martins disse...

Obrigada pelas palavras