quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Mensagem Privada



Não, não gosto de dizer adeus nem de ver o fim de nada. Prefiro dizer até um dia destes, mesmo que esse dia demore anos. Ou então, afastar-me sem uma palavra, e deixar no ar o mistério de não saber quando, como e porque é que nos voltaremos a encontrar. Assim não sou eu que ponho fim às coisas, mas as coisas que um dia acabarão ou não por si.
— Margarida Rebelo Pinto

4 comentários: